Menu

Quanto vale o prazer de uma boa leitura?

O prazer de uma boa leitura.

O livro é mágico, envolve milhões de sentimentos desde seu processo criativo, revisão, leitura crítica, produção, edição, divulgação, até o êxtase maior, quando o leitor o pega, apertando-o contra o peito, suspirando ansioso para embarcar numa viagem

Bom, como leitora, tenho meus rituais de amor com o livro. No primeiro contato vejo a capa, depois eu sinto seu cheirinho inconfundível de livro novo. Leio a sinopse e, finalmente, o abro e inicio a luta contra a dislexia que teima em fazer as letras saltarem diante dos meus olhos.

O prazer na leitura é aguçado quando a editora adiciona amor, dedicação e preocupação com o leitor na produção do livro, isso torna o passeio na história não somente mágico, mas glamoroso.
Explico o glamour. Tenho feito algumas aquisições que me surpreenderam com textos cuidadosos e leitura agradável, além de mimos fofos, como marcadores, bag e até cartinha escrita de próprio punho pela editora ou autora. Isso é incrível! Como leitora, amo ser respeitada e valorizada. Os exemplos mais recentes foram os livros: “Contos Secretos”, de Danilo Barbosa; e Antologia Poética Internacional – volume III, da Cogito. O talento do autor é acompanhado pelo esforço e carinho da editora para conquistar corações de novos leitores.

Sim, uma boa história deixa sempre a sensação de que terminou rápido demais. Ainda bem que podemos repetir o processo, basta ler o livro novamente ou começar a seguir seu escritor favorito, na esperança de ter uma nova história em suas mãos. Isso não tem preço!

Boa leitura a todos!! Beijosss

Deixe um Comentário:

Digite

Anti-Spam Image